Jantar em família tem um certo padrão. Claro que as pessoas não são iguais, o número de membros muda, a personalidade, e tudo mais. Contudo, existem alguns papéis que vez ou outra algum membro da família assume. É a hora de admitir quem é você no jantar em família.

O abençoado que faz o jantar

Nem sempre é a mesma pessoa que faz. Independentemente de quem fez, esse é o membro da família mais importante no momento. Normalmente, ele pergunta se a comida está boa, se todos comeram e rola uma eterna busca por feedback. Em outras situações, ele busca recompensas por ter feito a refeição.

A pessoa que só reclama

De vez em quando, é super normal. Nem todos os dias são bons. Mas quase todas as famílias têm aquela pessoa para qual nada nunca está bom. São diversos comentários negativos durante toda a refeição. É chato, mas acontece.

Quem não para de falar

Tem também aquela pessoa que é tão animada, mas tão animada, que não para de falar um segundo! Quer compartilhar sobre o dia, quer fazer comentários, quer perguntar sobre o dia dos outros e compartilhar casos parecidos.

Pessoa que não queria estar lá

Seja por querer estar em outro lugar, estar de saco cheio das pessoas, ou até mesmo adolescência. Quando se reúne muita gente, tem sempre alguém que preferia ter ido ver o filme do Pelé.

Aquele que é quase invisível

Às vezes por timidez, ou por ser mais introspectiva, algumas pessoas do jantar em família podem passar despercebidas. Ficam tão quietinhas que, perto das outras, ela desaparece. O que pode ser chato, mas também pode ser só o momento.

O que preferia ter pedido pizza

Ai gente, pizza é muito bom para querer comer comida! A pessoa que preferiria pizza, pode ser a reclamona que não gostou do jantar, pode ser quem preparou que se cansou demais, ou até a faladeira que se animou ao saber dos combos da Nono.

Posts Relacionados

Deixe Um Comentário